20.10.14

repost #20


O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais; há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessoa; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudade… sei lá de quê!

Florbela Espanca - Cartas a Guido Battelli

3 comentários:

jmp disse...

Se a alternativa for o conformismo, o aceitar viver cumprindo etapas e requisitos, então também eu prefiro as angústias e a palete exacerbada de emoções, ainda que às vezes a angústia sufoque e afogue os olhos.

x disse...

Como tens razão jmp! :)

Anja Rakas disse...

jmp....tou contigo...
nao quero meus olhos afogados
nao quero minhas emocoes inacerbadas e incautas
quero sim..a mim mesma...desafogada para vida.
baby susy....missssss uuuuuuuuuuuu