22.7.17

nas últimas horas, x viu-se no meio de um imbróglio que parecia uma história de má qualidade dos tempos da escola preparatória. então, x pensou o quão grata está ao universo pela misantropia que lhe destinou. essa característica tem poupado a x muitas horas que de outro modo poderiam ser gastas em paneleirices non-sense.

18.7.17

x não sabe bem porquê, mas nos últimos dias tem sido assaltada por memórias e dúvidas existenciais. na última semana, por várias vezes, x foi posta perante uma história mais ou menos recente, que podia ter terminado na trilogia clássica: casa, cão, filhos. não acabou assim. acabou de outro modo menos idílico, embora sem dramas. pelo menos, sem dramas para x. mas também acabou embrulhada em silêncios desconfortáveis. e algumas dúvidas. e algumas pequenas raivas disfarçadas. x perguntou-se algumas vezes o porquê de aquilo não ter avançado. x e a pessoa em questão davam-se irritantemente bem, riam muito um com o outro, o sexo era extraordinário, tinham muito da vida em comum. x podia ter aprendido a gostar da pessoa. porque x não gosta à primeira vista. x aprende a gostar. mas não aconteceu. e x até ontem perguntou-se porquê. a resposta que x encontrou foi esta - a pessoa em questão andava sempre dois passos adiante. x odeia que andem dois passos adiante. x gosta de passos sincronizados, ainda que paralelos em vez de decalcados.

12.7.17

e x fez anos. 42. foda-se!

Sigur Rós - ( ) Untitled 6 

porque é um dos álbuns da vida de x. porque este tema em particular arrepia x até à alma. porque x hoje está assim.