2.6.15

e o mundo caiu em cima da cabeça de x. e x passou a noite com pesadelos. e acordou ofegante e a tremer por todo o lado. e depois voltou a adormecer. e acordou já tarde. demasiado tarde. e bebeu um café na varanda da cozinha a olhar para os telhados de lisboa. e fumou um cigarro enquanto pensava que o caos tomou conta de si. e depois percebeu que não tem nada pronto. nem organizado. nem pensado, nem nada de nada. x viaja amanhã, e hoje está tudo de pantanas.

2 comentários:

João L. disse...

Boa viagem x. Não te esqueças do blog.
Quanto ao resto, do caos determinista emerge uma certa ordem que nos mantém vivos e num percurso dinâmico. É só ter o feeling (e "balls") das bifurcações no caminho, como tu sabes.

x disse...

<3

o blog manter-se-à, não sei como, mas manter-se-à...